Páginas

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Amantes de matcha, este é o guia para fazer a bebida perfeita


Olhar para as propriedades do matcha é quase como ter uma aula de nutrição, tal são os componentes benéficos que este 'pó' verde milenar tem. Das vitaminas A, B, C, E e K, aos elevados níveis de antioxidantes, o matcha destaca-se ainda pelos aminoácidos que possui, pelos minerais e por um poder anti-inflamatório de excelência.

Não faltam motivos para se render ao matcha, nem tão pouco 'mil e uma' razões para o incluir na rotina diária de beleza, mas quando em causa está o consumo caseiro deste chá de cor vibrante, o melhor é mesmo aprender a fazê-lo da melhor forma para, assim, obter o máximo de propriedades e benefícios.

Olhando para quem sabe o que faz, neste caso, os japoneses, a revista Prevention criou um guia para a criação do chá de matcha perfeito, isto, claro, seguindo as duas formas mais tradicionais de o fazer: koicha (bebida mais espessa) e usucha (bebida mais líquida).

No que diz respeito aos utensílios necessários, a revista recomenda um chawan (as tigelas usadas pelos japoneses para beber o chá), um coador e uma escova para matcha, um objeto também feito em bambo.

Para o matcha mais líquido (usucha), deve-se começar por colocar 1,75 gramas de matcha no chawan (pó devidamente peneirado), depois, adiciona-se 75 ml de água quente, mas não a ferver. Com a escova, mexe-se até não haver mais vestígios do pó de matcha.

Já para o chá de matcha ao estilo koicha - que é usado exclusivamente em cerimónias no Japão - deve-se juntar 40 ml de água quente a 3,75 gramas de matcha (pó devidamente peneirado) e mexer com a escova.


E para que não restem dúvidas quanto ao tipo de matcha a comprar, quanto mais escuro for o verde do pó de matcha, maior é qualidade do produto, diz a Prevention.

Informação retirada daqui
Postar um comentário

Postagens populares

Recomendamos